Monthly Archives: December 2010

Microsoft Outlook 2007 Lento

A Microsoft lançou uma actualização para o Microsoft Outlook 2007 que diminui a performance e cria dificuldades na utilização do Outlook.

A actualização foi lançada à 2 dias e eu actualizei, na altura não associei que tinha sido devido a uma actualização mas a utilização do meu Outlook estava a ser impossível e massacrante. Eram precisos cerca de 10 segundos sempre que navegava pelas pastas.

Tentei diversas ações para contornar o problema, pensei inclusivamente que poderia estar relacionado com o facto de ter mais de 5000 e-mails na caixa de correio (faço o arquivamento dos meus e-mails com uma frequência anual), mas vim a descobrir que foi da actualização lançada pela Microsoft.

Bastará remover a última actualização feita ao Microsoft Outlook, para resolver o problema.

Numa altura destas, tendo em consideração a dimensão da Microsoft e o número de utilizadores desta aplicação, não consigo compreender como é que uma empresa de software lança uma actualização sem a testar intensivamente, demonstra uma enorme falta de profissionalismo por parte da Microsoft.

No meu caso prático, não me dá jeito nenhum estar a formatar e reinstalar tudo de novo, mas acredito que tenha havido e haja muita gente a contornar o problema através de reinstalações e a pensar que o problema reside no seu computador.

Este é um grande exemplo de como é importante testar as aplicações e as suas actualizações antes de as entregar ao cliente.

Advertisements
Tagged , , ,

Ganhos da Colaboração

Nos dias presentes, as pessoas e as empresas “fechadas” são as que mais perdem. Com “fechadas” quero dizer privarem-se de se relacionar com novas empresas e pessoas. Quero dizer que não oferecem serviços que permitam que a informação gerada internamente seja disponibilizada para outros e para o mundo externo. Talvez pareça exactamente o oposto do famoso ditado popular “o segredo é a alma do negócio“, tal como referido, e bem, pelo jornalista Paulo Querido mas a verdade é que não o é.

Nos dias de hoje há muita informação mas a verdade é que nem sempre essa informação é rica no conteúdo, muitas vezes essa informação precisa de ser trabalhada e é exactamente aí que entra a colaboração.

Quando pensamos em colaboração relacionada com as T.I. instantaneamente nos lembra-mos do exemplo Wikipedia, que será o maior e melhor exemplo de colaboração alguma vez disponibilizado actualmente na Web. O utilizador comum da Internet certamente já se deu com a Wikipedia e gostou de obter a informação lá disponível, no entanto, quantos de nós já efectivamente contribuiu para o enriquecimento daquela informação? Já imaginaram se ninguém contribuísse para a Wikipedia? Muito provavelmente nunca iríamos ter acesso a tanta informação e de tão boa qualidade!

Como podem as Tecnologias de Informação contribuir para o incentivo à colaboração?

No caso das empresas, a colaboração pode ter ganhos incalculáveis. Um simples sistema que qualquer empresa (independentemente do sector onde trabalha e da sua dimensão) pode e deve implementar é a de um sistema de ideias (ver exemplo interno da Google ou o IdeaSystem da Seara). Este sistema permite que qualquer funcionário da empresa possa contribuir com uma ideia, independentemente do seu cargo na organização. Independentemente de, à primeira vista, uma ideia parecer sem sentido ou difícil de implementar, a ideia deve ser bem trabalhada por todos os elementos da empresa, porque uma ideia pode dar lugar a outras ou a novas ideias que já possam ser possíveis de implementar ou mais interessantes, dada a multiplicidade de visões dos seus contribuidores. Actualmente quem tem as melhores ideias é quem vinga e essas surgem não só durante o brainstorming, mas quando menos esperamos, em pequenas acções do dia-a-dia.

As T.I. podem ajudar a que conceitos como o velho exemplo da mensagem (em que um emissor envia uma mensagem passando por várias pessoas, acabando o receptor por ter uma mensagem distorcida) e tornar o fluxo da informação, numa actividade diária, segura e incrementada (os utilizadores da informação vão adicionando conteúdo, garantindo que a ideia principal não se perde).

Fora deste sistema de ideias, as empresas devem incentivar a entrada e saída de informação junto dos seus clientes, fornecedores e parceiros de negócio, através da partilha/troca de informação. As T.I. podem contribuir através do melhoramento do sistema de informação, permitindo um melhor fluxo e troca informacional, nomeadamente através de Web Services. As T.I. devem ser capazes de dinamizar e facilitar a colaboração, tornando as pessoas mais próximas, pois só dessa forma a colaboração poderá resultar no sucesso.

Incentive a colaboração e… Colabore!

Tagged , , , , , , , ,

O Petróleo do Futuro

Datacenter com a informação do Planeta Terra

Certamente já repararam que estamos a viver uma altura em que as T.I. estão claramente a destacar-se ao fazer com que a informação das pessoas e das empresas seja despejada na Web. Por um lado, esta tendência leva a que a informação seja acessível a partir de qualquer lugar, a qualquer altura, no entanto, será tudo perfeito?

Obviamente que Não! Questões como a segurança e a privacidade da informação estão a obter um enorme relevo exactamente porque começa a haver falta de controlo por parte da informação que é colocada online.

Um exemplo deste fenómeno é a famosa rede social Facebook que tem sido constantemente obrigada a facilitar e permitir uma maior segurança da informação das pessoas. O Facebook tem neste momento mais de 500 milhões de utilizadores activos e os seus utilizadores passam mais de 700 biliões de minutos online por mês (ver estatítiscas aqui), olhando para o perfil de cada pessoa, é fácil imaginar a quantidade de informação que esta empresa tem em sua posse, tornando-a um alvo apetecível para qualquer organização, para o próprio Facebook e seus investidores, ou, inclusivamente, para pessoas mal intencionadas.

Cada vez mais distante vai o tempo em que as petrolíferas e os investidores do petróleo dominam o mundo derivado à sua dependência generalizada, passando as Tecnologias de Informação a ser a nova dependência mundial.

Com a intensificação da aposta na Cloud Computing (ver definição), com empresas de relevo na área como a Google e a Microsoft a apostar cada vez mais nessa vertente, disponibilizando aplicações e recursos online, as organizações e as pessoas passarão cada vez mais a colocar o seu trabalho e a sua informação online, dependendo cada vez mais da Web.

Se por um lado há vantagens em colocar a informação online, por outro surgem muitas perguntas:

  • até que ponto será seguro?
  • que informação se pode colocar online?
  • que dependências existem ou podem vir a existir?
  • como podem os profissionais de T.I. contribuir para garantir o sucesso e eficácia desta tendência?

Pretendo com este blogue responder a estas e outras perguntas através da análise e discussão de ideias e publicação de notícias da área de T.I..

Tagged , , , , , , ,
Advertisements
%d bloggers like this: